Fisioterapia

As manifestações musculoesqueléticas presentes na hemofilia exigem cuidados redobrados. Devido a estes acometimentos, a pessoa com hemofilia deve ter um tratamento adequado. A fisioterapia tem papel fundamental na reabilitação destas manifestações, atuando no tratamento do portador quer seja de forma preventiva e/ou terapêutica.

A manutenção de músculos e articulações saudáveis é crucial para a qualidade de vida da pessoa com hemofilia. A reposição do fator da coagulação, que chamamos de profilaxia, pode prevenir hemorragias. O papel da fisioterapia num centro de hemofilia é encorajar a manutenção da saúde; ensinar os portadores como prevenir as ocorrências de problemas e acelerar a recuperação da força muscular e a reabilitação completa do arco de movimento quando hemorragias comprometem articulações e grandes grupos musculares, que por muitas vezes não se resolvem somente com a reposição de fator.

A prática de atividades físicas de baixo impacto, como exercícios terapêuticos na água, hidroterapia, ajudam a desenvolver músculos fortes e apresentam a possibilidade de explorar novos desafios no tratamento das afecções musculoesqueléticas dos portadores de hemofilia.

A AHESC é um centro de referência no tratamento da hemofilia e de outras coagulopatias como a Doença de von Willebrand.

Associação dos Hemofílicos
do Estado de Santa Catarina

R. Rui Barbosa, 808
88025-301 - Florianópolis/SC
(48) 3228 0918

/ahesc